Sábado, 08 de Maio de 2021 04:37
Dia da Educação

No Dia da Educação, Carlos Fávaro presta conta de suas ações em prol do setor

Em pronunciamento feito nesta quarta-feira (28), data em que se comemora o Dia da Educação, o senador Carlos Fávaro (PSD-MT) parabenizou educadores...

28/04/2021 20h50 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: Agência Senado
O senador é autor de projetos que preveem a criação de universidades em Mato Grosso - Reprodução TV Senado
O senador é autor de projetos que preveem a criação de universidades em Mato Grosso - Reprodução TV Senado

Em pronunciamento feito nesta quarta-feira (28), data em que se comemora o Dia da Educação, o senador Carlos Fávaro (PSD-MT) parabenizou educadores e estudantes. Ele também destacou as ações que tem feito em prol do setor.

Uma delas foi a relatoria da Medida Provisória (MP) 934/2020, que, depois de aprovada pelo Congresso Nacional, deu origem à Lei 14.040/2020. Essa norma estabeleceu regras educacionais durante a pandemia, como a flexibilização do calendário e a instituição de aulas remotas. Segundo Carlos Fávaro, essas ações foram importantes para evitar que os alunos perdessem o ano letivo por causa da crise sanitária.

O senador informou também que atua junto aos governos federal e do estado de Mato Grosso para instituir naquele estado um sistema de aulas mistas, nas modalidades presencial e remota, com cartilha e sistema de internet reversa, sem qualquer custo para as famílias dos estudantes.

Especificamente quanto ao ensino superior, Carlos Fávaro ressaltou que é autor do PL 4.810/2020, projeto de lei que cria a Universidade Federal do Araguaia, com sede em Barra do Garças, e do PL 4.812/2020, projeto de lei que cria a Universidade Federal do Nortão de Mato Grosso, com sede em Sinop.

— Com relação à Universidade Federal de Mato Grosso [UFMT], também estou trabalhando junto ao poder público municipal de Lucas do Rio Verde e junto ao reitor Evandro [Soares da Silva] para nós criarmos o campus da Universidade Federal de Mato Grosso em Lucas do Rio Verde, mas um campus vocacionado às tecnologias, à agroindústria, à inovação tecnológica, para ajudar a desenvolver ainda mais o estado de Mato Grosso. Para, a exemplo da Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz [Esalq-USP], lá em Piracicaba, fazer um modelo desse em Lucas do Rio Verde. Estamos caminhando a passos largos — afirmou.

Ao final de seu pronunciamento, Carlos Fávaro ressaltou que destinou recursos para os campi do Instituto Federal de Mato Grosso localizados em Lucas do Rio Verde e Primavera do Leste.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias