Quarta, 25 de Novembro de 2020 05:24
(83) 99608-4846
POLÍCIA OPERAÇÃO

Operação Voto Seguro mobiliza 4.500 policiais militares para combater crimes eleitorais nos 223 municípios da Paraíba

De acordo com informações obtidas pelo Portal ClickPB, 1.417 viaturas da Polícia serão utilizadas na operação por conta das eleições 2020.

12/11/2020 10h00
Por: JACKSON SILVA
Operação Voto Seguro mobiliza 4.500 policiais militares para combater crimes eleitorais nos 223 municípios da Paraíba

A Operação Voto Seguro vai mobilizar a partir desta quinta-feira (12), 4.500 policiais militares para combater crimes eleitorais nos 223 municípios da Paraíba. De acordo com informações obtidas pelo Portal ClickPB, 1.417 viaturas da Polícia serão utilizadas na operação por conta das eleições 2020.

As tropas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar embarcam a partir das 7h do Centro de Educação (CE), em João Pessoa, com destino ao interior do Estado e as da Polícia Civil estarão disponibilizadas na sexta-feira (13). O plantão segue até o fim do pleito nos 223 municípios paraibanos. 

A operação terá equipes circulando em comboios nas noites e madrugadas, chamados de ‘Cometa’ (Comando Eleitoral Tático), para identificar situações de compra de votos e outros crimes eleitorais. Outro recurso será a utilização de drones nas operações.

Nas cidades, os policiais militares serão responsáveis por guardar urnas nos colégios, policiamento nos 1.808 locais de votação e rondas nessas áreas, coibindo boca de urna, e também evitar confrontos entre militâncias antes e durante as comemorações. Outra atuação é cumprir as determinações de Justiça Eleitoral, como a proibição de carretadas, onde a prática foi proibida.

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba estará empregado de modo a prestar apoio à Polícia Militar, bem como reforçar o serviço operacional nos três Comandos Regionais da instituição. O suporte para a realização das eleições 2020 acontece há mais de 15 dias, desde o apoio logístico até a realização de instruções de prevenção para mesários. 

Para os próximos dias, a corporação deixou à disposição da Polícia Militar um efetivo de 156 homens e mulheres, que serão distribuídos por todo Estado, na função de guarda de urna e apoio durante o período do pleito eleitoral. Os serviços de Combate a Incêndio, Guarda Vidas, Busca e Salvamento e de Mergulho terão seus empregos reforçados durante este período do pleito em todo o Estado.

Serão instalados Centros de Comando de Controle, nas áreas de cada Comando Regional, onde estará o comandante do respectivo CRBM, acompanhado de um oficial, e ainda um oficial de ligação. Estes centros funcionarão em contato direto com os juízes eleitorais, de modo a receber e solucionar possíveis demandas de forma mais ágil. Esse contato também será estabelecido com o oficial da Polícia Militar que estiver à frente da operação, durante as eleições.

No 1º Comando Regional (CRBM) estarão dispostos pontos base nos maiores colégios eleitorais e de fluxo mais intenso, e haverá ainda um reforço com dez viaturas administrativas e 20 militares empregados das 7h às 19h do dia 15. Já na área do 2º CRBM estão previstos sete postos descentralizados com apoio de viaturas operacionais, nas cidades de Sumé, Ingá, Esperança, Picuí, Juazeirinho, Alagoa Grande e Solânea. No 3º CRBM, a atuação iniciará na sexta-feira (13) e se estenderá até as 18h do domingo, com apoio ainda de uma viatura operacional que fará ponto base no local.

A Polícia Civil terá 180 equipes e mais de 1.300 policiais trabalhando diretamente nas eleições municipais a partir de sexta-feira (13). Os deslocamentos serão iniciados com 180 equipes integradas por delegados, agentes de investigação e escrivães, para todas as regiões do Estado. O efetivo vai trabalhar nas Eleições 2020, seja na área operacional, na gestão ou nos Centros de Comando e Controle do próprio TRE - Tribunal Regional Eleitoral, com uma estrutura de 400 veículos e todo o apoio logístico necessário para os trabalhos durante o pleito.

A partir das 8h do sábado até a segunda-feira pela manhã, todas as Delegacias Seccionais estarão de prontidão, bem como as delegacias que fazem parte dessas áreas estarão abertas para atendimento de casos referentes ao processo eleitoral. A Delegacia-Geral, em João Pessoa, também estará em regime de plantão durante 48 horas.

O planejamento para a cobertura das eleições prevê que os crimes eleitorais sejam apurados pela Polícia Civil em 210 municípios paraibanos. Os municípios de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Santa Rita, Cabedelo, Bayeux, Conde, Cruz do Espírito Santo e Lucena terão os crimes eleitorais apurados pela Polícia Federal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias