Pizzaria
Anúcio
Campeonato Paraibano
Botafogo vence o Nacional em Patos e sai na frente na disputa por vaga na final
Após o gol do time alvinegro, o Nacional tentou acelerar o ritmo e buscar o empate, mas o Botafogo-PB cadenciou o toque de bola e apenas administrou o resultado.
11/04/2019 20h46
Por: Redação Portal JKR
Fonte: Portal Correio
41
Nacional e Botafogo-PB entraram em campo na noite desta quarta-feira (10), no Estádio José Cavalcanti, em Patos, pela primeira partida das equipes nas semifinais do Campeonato Paraibano. O jogo foi bastante movimentado, com direito a expulsão de jogador e invasão de dirigente e torcedor em campo, mas, no fim da disputa, quem saiu vitorioso foi o Belo, de virada, por 2 a 1, com gols de Marcos Aurélio e Dico, levando vantagem para o jogo de volta, em João Pessoa, precisando apenas de um empate para se classificar à final. O único gol do Naça foi marcado por Ranieri.

No início do jogo, os botafoguenses tiveram a iniciativa de se mandar para o ataque. Após alguns minutos de pressão do Belo, o Nacional equilibrou as ações e a partida ficou bem corrida. E não demorou muito para o Naça mostrar que não ia se sentir intimidado pela equipe de melhor campanha na competição. Aos 13 minutos, Birungueta fez cruzamento na medida, direto para o zagueiro Ranieri, que cabeceou para o chão e estufou a rede do Botafogo-PB, abrindo o placar para o time da casa.

Aos 21 minutos, Birungueta, o mesmo que fez o cruzamento que culminou com o gol do Nacional, fez falta em Marcos Aurélio, parando contra-ataque do Belo. O árbitro, então, aplicou o cartão vermelho direto, deixando o Naça com um atleta a menos em campo. Com a expulsão, o clima ficou tenso: o presidente do Conselho Deliberativo do Nacional de Patos, Zé Ivan, entrou em campo para reclamar com a arbitragem. Após quatro minutos de tumulto, o jogo recomeçou, mas a tensão ficou no ar.

O jogo seguiu bastante corrido e o Botafogo-PB chegou ao empate aos 38 minutos, com o camisa 10 Marcos Aurélio. O jogador cobrou falta direto, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Geffson. O duelo ficou, então, mais cadenciado até o fim do primeiro tempo.

A segunda etapa começou equilibrada. Pelo menos nos minutos iniciais, ao contrário do primeiro tempo, nada de muito emocionante ou bonito tecnicamente era visto na partida. Novidade, mesmo, só aos 27 minutos, com a virada do Belo em um golaço de Dico. O camisa 11 recebeu de Marcos Aurélio e, da entrada da área, acertou um belo chute, sem chances para Geffson.

Aos 29 minutos, um torcedor do Nacional de Patos invadiu o campo. Ele foi em direção a jogadores do Botafogo-PB, mas acabou sendo contido e retirado do local. A partida prosseguiu normalmente após o ocorrido.

Após o gol do time alvinegro, o Nacional tentou acelerar o ritmo e buscar o empate, mas o Botafogo-PB cadenciou o toque de bola e apenas administrou o resultado.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mari - PB
Atualizado às 21h27
24°
Pancada de chuva Máxima: 30° - Mínima: 23°
24°

Sensação

13.2 km/h

Vento

76.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Instagram do Mari Cap
MARI CAP
Municípios
THIAGO
A imagem pode conter: texto
Últimas notícias
Mais lidas
mv copos
Anúncio