Anúcio
Pizzaria
Mari
Mãe presa por negligência nega ter deixado filho se afogar em piscina na cidade de Mari/PB
O menino de 3 anos foi socorrido e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde.
09/04/2019 10h35
Por: Redação Portal JKR
Fonte: G1
420

A mulher de 21 anos que foi presa suspeita de deixar o filho se afogar em uma piscina negou as acusações. A criança de 3 anos morreu afogada na tarde deste domingo (7), em uma piscina de um clube na cidade de Mari, na Mata Paraibana.

Veja também: Mãe de criança afogada na piscina em Mari é presa por homicídio e negligência, diz polícia

De acordo com o delegado Francisco de Assis Araújo, responsável pelo caso, a mãe presenciou o afogamento do filho e não fez nada para socorrer a criança. A mulher, de 21 anos, foi presa na manhã desta segunda-feira (8) por homicídio culposo – quando não se tem intenção de matar – e negligência.

Em entrevista a TV Cabo Branco, na carceragem da delegacia de Mari, Maria Andreza Pereira Barbosa negou ter deixado o filho se afogar. “Ele tava brincando com o monte de crianças. Sem querer eu tirei a vista dele. Aí ele pegou e foi… Quando eu olhei eu disse: corre que o menino caiu”

Pergunta: Você não saltou na piscina por que não sabia nadar, ou foi por outro motivo?

Resposta: “Por nada. Porque disseram que eu tinha matado o menino. Eu dei foi um grito pra chamar minha mãe”, disse ela.

Segundo o delegado, o caso aconteceu por volta das 17h. “Ao final de um torneio de futebol, que estava acontecendo nesse clube, a mãe chegou com a criança e ficou perto da piscina. Ela presenciou o afogamento do filho e não entrou na piscina, nem pediu ajuda de ninguém”, relatou.

Conforme o delegado, a criança foi socorrida após o irmão, de 9 anos, ver a situação e pedir socorro a um policial que estava no local. “A mãe estava o tempo todo ao lado da piscina. Mas foi um policial que entrou no local pra tirar a criança após pedido de socorro do irmão dela”, disse.

O menino de 3 anos foi socorrido e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. Ainda de acordo com o delegado, pelas circunstâncias e pelo depoimento da mãe prestado ainda na tarde do domingo, a polícia investiga se a mulher teria empurrado a criança dentro da piscina.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mari - PB
Atualizado às 21h27
24°
Pancada de chuva Máxima: 30° - Mínima: 23°
24°

Sensação

13.2 km/h

Vento

76.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
MARI CAP
Instagram do Mari Cap
Municípios
A imagem pode conter: texto
THIAGO
Últimas notícias
Mais lidas
mv copos
Anúncio