Quarta, 21 de novembro de 2018
(83) 99635-5176
Política

27/10/2018 às 12h52

63

Redação JKR

Mari / PB

Joaquim Barbosa declara voto a Haddad e medo de Bolsonaro
Ex-presidente do STF encontrou-se com petista neste mês e é cotado para o seu gabinete de ministros
Joaquim Barbosa declara voto a Haddad e medo de Bolsonaro
Joaquim Barbosa: 'escolha racional' - 21/07/2017. (Nelson Jr./SCO/STF/Divulgação)

Nesta véspera de eleição presidencial, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa declarou seu voto a Fernando Haddad (PT). Por meio do Twitter, o magistrado afirmou que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro (PSL), lhe “inspira medo”, mas que sua escolha foi “racional”.


“Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa”, escreveu neste sábado (27). “Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad.”


Barbosa encontrou-se há duas semanas com o candidato do PT. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, no último dia 15, Haddad confirmou ter se encontrado com Barbosa em sua residência, em Brasília, mas desconversou sobre a possibilidade de integrar o ex-ministro do Supremo em seu gabinete de ministros, caso seja eleito. Mas não chegou a negá-la.


“É uma pessoa que tem 40 anos de serviço público prestados ao País. Tenho o maior orgulho de contar com o respeito dele. Conversamos sobre medidas que o meu governo tem que tomar para melhorar o combate à corrupção e a transparência”, disse Haddad. “Eu vou montar uma equipe com os melhores brasileiros para superar a crise que nós estamos vivendo.”


Nesta e na eleição de 2014, Barbosa foi apontado como potencial candidato à Presidência da República. Porém, não se lançou à disputa.


Bolsonaro usou o Twitter para minimizar o apoio de Barbosa a Haddad. No post, com um vídeo de Barbosa, ele fala que o ex-ministro “disse que só Bolsonaro não foi comprado pelo PT no esquema de corrupção conhecido como Mensalão”. Mas o vídeo mostra que a fala exata de Barbosa é que “somente Jair Bolsonaro votou contra a referida lei”. 


FONTE: Com Estadão Conteúdo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium